segunda-feira, 5 de junho de 2017

SER IMAGINÁRIO


Não notei você chegar,
Mas, senti uma leve brisa.
Como ao toque de seus dedos,
A minha pele tocar.

Não parecia real.
Pois meus olhos não conseguiam te ver.
E por mais que eu negasse,
Sua presença se fazia perceber.

Poderia ser delírio,
Por sentir tanta falta de você.
Sinto seu perfume no ar,
E sua boca a me beijar!

Sua presença é tão marcante,
E não tenho como fugir.
Me entrego ao devaneio,
Me deixando seduzir.

Não o deixarei partir,
Que sejas a brisa leve em minha vida.
Assim, sentirei o toque de seus dedos,
Em cada despedida!
Em: 16/05/2008
By Beta de Santana

11 comentários: